Segundo a Polícia Civil, museóloga contou que janela e cadeado do armário das armas foram arrombados.

Local está fechado há uma semana para revitalização do acervo.

Museu Histórico Aloísio de Almeida Prefeitura de Jaboticabal/Divulgação Duas espingardas e uma pistola históricas foram furtadas do Museu Aloísio de Almeida, em Jaboticabal (SP), nesta quinta-feira (23).

O local está fechado desde a última semana para revitalização.

Segundo a Polícia Civil, a museóloga contou que percebeu o furto ao chegar para trabalhar na manhã de quinta-feira.

O vidro de uma janela e o cadeado do armário das armas haviam sido arrombados. Ainda de acordo com relato da museóloga, o armamento não funciona.

Uma espingarda do início do século 20 possui três braçadeiras de ouro.

Já a pistola de cano duplo foi usada na Segunda Guerra Mundial. O acervo do museu está sendo recolhido para revitalização, estimada em R$ 395 mil, de acordo com a Prefeitura.

O edital para licitação do serviço deve ser publicado na próxima semana. Uma perita do Instituto de Criminalística esteve no local.

O caso foi registrado como furto qualificado e será investigado pela Polícia Civil. Museu Histórico Aloísio de Almeida de Jaboticabal, SP CEDOC/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca