Oportunidades são pelo Serratec, programa que tem o apoio da Firjan na criação de um parque tecnológico na região.

Petrópolis e Teresópolis têm projeto da Serratec com cursos em TI Divulgação/Firjan Os municípios de Petrópolis e Teresópolis, na Região Serrana do Rio, estão com inscrições abertas até o dia 31 de janeiro para 140 vagas em cursos gratuitos de capacitação na área de tecnologia da informação pelo Serratec, projeto que tem o objetivo de criar um parque tecnológico na região.

As aulas terão início em março. Os alunos selecionados terão como conteúdo o desenvolvimento web e de softwares, além de linguagens específicas, como JavaScript, C# e Angular, entre outros.

O curso tem duração de quatro meses e os estudantes ainda aprendem sobre coaching, inglês e mentoria.

Serão 500 horas de conteúdo certificados pela Firjan/Senai. “Somos uma instituição de educação, com a premissa de entregar mão-de-obra qualificada para a sociedade e acreditamos que a Residência de Software fará toda diferença para o crescimento das empresas da nossa região na área de tecnologia da informação”, avalia Simone Tavares de Souza, gerente operacional da Firjan/Senai Petrópolis. O processo de seleção (confira aqui) será composto por prova online, presencial e entrevista.

Segundo a Firjan, mais de 2 mil pessoas já se inscreveram.

Luiz Felipe de Oliveira Lopes, de 22 anos, faz parte do grupo de 66 pessoas da primeira turma do programa de Residência de Software do Serratec, criado para suprir a carência profissional das empresas.

A cerimônia de formatura será na segunda-feira (27), às 9h, no auditório da FMP/Fase.

“Minha vida mudou completamente após a capacitação.

Minhas chances de entrar na área sem conhecer as pessoas ou sem experiência no currículo eram pequenas.

Hoje, logo após a conclusão do curso, já consegui um emprego e estou muito feliz com as minhas perspectivas”, garante Luiz Felipe. Do total de 66 alunos, 35 já estão empregados, de acordo com informações da Firjan.

O projeto tem apoio do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Governo do Estado do Rio, Faeterj, prefeituras de Petrópolis e Teresópolis e Sinditec (Sindicato das Indústrias Eletrônica). Sobre a Serratec A iniciativa Serratec conta atualmente com 170 empresas com cerca de 3 mil funcionários e uma movimentação de R$ 550 milhões/ano em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. O presidente do Serratec, Marcelo Carius, afirma que a iniciativa traz impactos sociais e econômicos positivos para as cidades e a região. “Gratuito e com conteúdo atualizado com o mercado, oferece a arrancada para o conhecimento e a prática na área tecnológica, proporciona oportunidades reais de empregabilidade, incentiva novos negócios e serve como atrativo para a chegada e criação de empresas”, afirma ele sobre o curso. As metas até 2021 são para a criação de pelo menos mais 10 empresas, 360 postos de trabalho e faturamento de R$ 715 milhões e 630 novos desenvolvedores para a região.